Rio Leça com vigilância a cargo de quatro municípios: Maia e Matosinhos, Stº Tirso e Valongo

 

 

O rio Leça tem este ano vigilância por uma equipa de guarda-rios composta pelos quatro municípios.

 

A decisão foi tomada na última quarta-feira, dia 14, na primeira Assembleia Geral da Corredor do Rio Leça, Associação de Municípios, a primeira associação intermunicipal do país a ter como objetivo a recuperação de um rio e que junta os municípios de Santo Tirso, Valongo, Maia e Matosinhos.

 

Presidida por D. Américo Aguiar, Bispo Auxiliar de Lisboa, a Assembleia Geral determinou a constituição, ainda este ano, de uma equipa de guarda-rios que irá percorrer e monitorizar o rio Leça. A equipa será constituída por funcionários dos quatro municípios que integram a Corredor do Rio Leça.

 

Na primeira reunião da Assembleia Geral da Corredor do Rio Leça foram aprovados o orçamento e o plano de atividades para 2021 da associação, que, ainda este verão, deverá instalar-se num espaço do Centro Empresarial da Lionesa, em Leça do Balio.

 

A Corredor do Rio Leça, Associação de Municípios surgiu com os objetivos de recuperação ecológica do rio e a valorização paisagística, cultural e socioeconómica do território que ele atravessa, desde a nascente até à foz, bem como, a promoção de conhecimento, novas oportunidades de mobilidade suave, lazer e estadia ao longo do rio, sensibilização ambiental, valorização do contacto com a natureza, dos serviços de ecossistema e da vida ao ar livre.

 

Partilhar:
  •  
  •  
  •  
  •  
Subscreva a nossa Newsletter