Remessas dos emigrantes subiram 5,6% até junho para 1.848 milhões de euros

Governo e sindicatos da função pública assinam hoje acordo plurianual sobre aumentos salariais
foto Pexels

As remessas dos emigrantes subiram 5,6% no primeiro semestre deste ano, passando de 1.749 milhões de euros, nos primeiros seis meses de 2021, para 1.848 milhões, até junho deste ano, segundo o Banco de Portugal.

De acordo com os dados do regulador financeiro, as remessas enviadas pelos portugueses a trabalhar no estrangeiro subiram 2,72% em junho deste ano face ao período homólogo, contribuindo para a subida de 5,6% no primeiro semestre deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado.

Partilhar:
Subscreva a nossa Newsletter