Joaquim Jorge rejeita debate “discriminatório”

A estratégia de debate com os candidatos de Matosinhos por parte do Porto Canal está a causar celeuma.
De acordo com Joaquim Jorge, candidato pelo Matosinhos Independente à Câmara Municipal, o canal nortenho convidou-o para um debate a 14 de setembro, pelas 13h00 e em que “apenas estariam presentes os candidatos que concorrem pela primeira vez à autarquia”. Mas o independente em Matosinhos afirma também que sabe que o Porto Canal irá promover um debate à noite no mesmo dia “com os atuais candidatos já eleitos em 2017”.
Ora, para Joaquim Jorge “numa democracia não há candidatos de 1ª e candidatos de 2ª divisão”.
Joaquim Jorge, que considera o evento “discriminatório, dado não considerar por igual todos os candidatos”, assegura que, nestes moldes, “rejeita liminarmente estar presente no debate”.
O candidato independente afirma: “Parece que andam a brincar às eleições em Matosinhos e favorecer quem está no poder! Ou há imparcialidade e tratamento igualitário ou nunca irei a um debate.
Os candidatos são todos iguais e legalmente aceites pelo Tribunal. Por esta ordem de ideias ao convidam para um debate só os eleitos em 2017, estão a partir do pressuposto, que esses candidatos é que vão ser reeleitos e outros não”.
Partilhar:
  •  
  •  
  •  
  •  
Subscreva a nossa Newsletter