Trabalhadores da CGD em greve às horas extraordinárias até 18 de março

imagem de arquivo

Os trabalhadores da Caixa Geral de Depósitos (CGD) vão fazer greve às horas extraordinárias até ao dia 18 de março, informou esta segunda-feira o Sindicato dos Trabalhadores das Empresas do Grupo CGD (STEC), renovando assim o prazo que tinha terminado a 18 de fevereiro.

“O STEC, a Organização Sindical mais representativa dos trabalhadores no Grupo CGD, informa que renovou o prazo da greve às horas extraordinárias até 18 de março de 2022”, pode ler-se num comunicado.

“Entendemos que se mantêm os pressupostos que levaram ao pré-aviso de greve às horas extraordinárias, onde destacamos o facto de a CGD, ao contrário do que transmitiu ao STEC, ainda não ter implementado em todos os locais de trabalho o controlo do horário de trabalho através do registo eletrónico, garantindo o reconhecimento do trabalho prestado”, sublinha a organização sindical.

O STEC diz que os trabalhadores vão continuar a cumprir as sete horas de trabalho diário que constam do Acordo de Empresa (AE).

Partilhar:
  •  
  •  
  •  
  •  
Subscreva a nossa Newsletter