‘Rapper’ Capicua em mural de Matosinhos na exposição “As Estrelas do Caminho” de Santiago

Instagram de Daniel Eime

A exposição de arte “As Estrelas do Caminho”, com um total de 370 quilómetros, que liga o Caminho Francês de Santiago de Compostela ao Caminho Português, termina em Matosinhos com um mural em homenagem à ‘rapper’ Capicua.

Esta exposição, considerada a “mais extensa do mundo”, é composta por nove murais que atravessam o Caminho de Santiago de Compostela, sublinha a organizadora do evento, a Estrella Galicia, em comunicado hoje divulgado.

Os nove murais do Caminho Português de Santiago de Compostela atravessam 230 quilómetros e retratam as personagens locais “com histórias de superação vincadas à terra e ao Caminho de Santiago”.

Os murais foram desenvolvidos pela artista galega Lula Goce e pelo artista português Daniel Eime, em nove localidades: Padrón, Caldas de Reis, Pontevedra, O Porriño, Tui, em Espanha, e Rubiães, Ponte de Lima, Barcelos e Matosinhos, em Portugal.

Junto de cada mural está um QR Code para conhecer melhor as histórias por detrás de “As Estrelas do Caminho”.

O mural final que retrata Ana Matos, mais conhecida como Capicua, ‘rapper’ e escritora natural do Porto, começa a ser desenvolvido “em breve”, em Matosinhos, na Rua de Recarei 883.

O autor é o artista Daniel Eime, também natural do Porto.

“A ampliação do projeto para Matosinhos pretende continuar a homenagear os verdadeiros protagonistas do Caminho de Santiago, a população que vive estas regiões intensamente, e de certa forma fazem parte da história do Caminho de Santiago, ao disponibilizarem as suas cidades e aldeias aos peregrinos”, refere a cervejaria galega Estrella Galicia, que assim pretende demonstrar que “existem encontros e histórias que unem a Galiza a Portugal”.

O diálogo é o fio condutor destas obras de Lula Goce e Daniel Eime, que foram alternando a autoria dos murais ao longo do itinerário, estabelecendo uma conversa e intercâmbio cultural com os protagonistas e as regiões.

 

Região norte e Madeira com as maiores quebras de natalidade em 2021

Partilhar:
Subscreva a nossa Newsletter