Mulher atropelada em Rio Tinto não resistiu a ferimentos graves: morreu no hospital de Matosinhos

Hospital Pedro Hispano_imagem SNS

 

Uma mulher foi atropelada perto da igreja de Rio Tinto, no sábado de manhã, e acabou por não resistir aos graves ferimentos.

Os bombeiros da Areosa-Rio Tinto foram chamados à ocorrência na avenida Dr. Domingos Gonçalves de Sá, perto da Igreja Matriz.

A vítima foi transportada para o hospital em estado grave. Já à noite, foi o presidente da Câmara de Gondomar, Marco Martins, que deu conta do falecimento da vítima, numa mensagem sentida que partilhou na sua página da rede social Facebook. “Até sempre D. Teresa!”, lembrando que se tratava de “uma senhora afável, simpática, divertida, disponível e grande dinamizadora da comunidade, em especial do nosso Orfeão de Rio Tinto”.

Nas operações de socorro à vítima estiveram a corporação dos bombeiros da Areosa-Rio Tinto com uma ambulância, a ambulância de Suporte Imediato de Vida (SIV) de Valongo e a Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Hospital Pedro Hispano, de Matosinhos.

Partilhar:
Subscreva a nossa Newsletter