Ministra da Saúde autoriza mais 20 USF para modelo B – gerido por incentivos de competência

Novo estatuto prevê dedicação plena dos médicos ao SNS

A ministra da Saúde, Marta Temido, anunciou esta sexta-feira que o Governo autorizou mais 20 Unidades de Saúde Familiar (USF) a passar para o modelo B, num total de 40 este ano.

A governante, que falava no parlamento durante a interpelação ao Governo sobre Saúde, pedida pelo PSD, adiantou que há atualmente mais 142 unidades de saúde familiar do que em 2015.

As USF de modelo B assentam num modelo de incentivos que visa potenciar as aptidões e competências de cada profissional, premiando o desempenho individual e coletivo, tendo em vista reforçar a eficácia, a eficiência e a acessibilidade dos cidadãos aos cuidados de saúde primários.

Insistiu que o Governo recrutou mais profissionais de saúde e que o saldo líquido é de 852 médicos de família face a dezembro de 2015.

A governante lembrou, contudo, que há mais inscritos no Serviço Nacional de Saúde – mais 388 mil, dos quais 138 mil este ano.
“É a imagem de um SNS [Serviço Nacional de Saúde] que não deixa ninguém à porta”, afirmou.

Partilhar:
  •  
  •  
  •  
  •  
Subscreva a nossa Newsletter