Ministério suspendeu professor de escola da Póvoa de Varzim. Sugeria aos alunos os seus vídeos obscenos no Youtube.

Professor Nu

O Ministério da Educação suspendeu a atividade do professor de economia e direito da Escola Secundária Eça de Queirós, na Póvoa de Varzim, que tinha sugerido aos alunos que visionassem o seu canal de youtube, onde aparece praticamente nu ou de cuecas.

Desde a primeira aula, altura em que o docente fez a sugestão, que a indignação dos encarregados de educação vinha a crescer.

Alguns pais presentaram, de imediato, queixas individuais à direção da escola e preparavam agora um documento concertado e com um abaixo assinado.

O diretor da Eça de Queirós, José Eduardo Lemos, tinha advertido o professor, antes do início do ano letivo, para que separasse a vida privada do contexto de aula, uma vez que o professor já teria tido problemas na outra escola da Póvoa, a Rocha Peixoto.

José Eduardo Lemos compreendeu a indignação dos pais, mas explicou que não tem competência para afastar um professor. Ontem, deu conta da situação à Direção Geral de Educação e, esta tarde, o Ministério da Educação anunciou a suspensão preventiva do professor.

Partilhar:
  •  
  •  
  •  
  •  
Subscreva a nossa Newsletter