Metro do Porto entrega estudo de impacto ambiental da linha Rubi esta semana

Metro do Porto retoma no domingo horário de inverno reforçando oferta
Imagem arquivo

“Relativamente à linha Rubi, no decorrer desta semana a Metro do Porto entregará o estudo de impacto ambiental à APA no sentido de avançar, já incluindo inclusivamente a nova travessia do rio Douro”, disse aos jornalistas o ministro do Ambiente e da Ação Climática ,no estaleiro montado na Praça da Liberdade, que albergará a futura estação de São Bento, da linha Rosa.

A linha Rubi será uma nova linha do Metro do Porto entre Santo Ovídio (Vila Nova de Gaia) e Casa da Música (Porto), com passagem na estação ferroviária das Devesas, em Gaia, e incluindo uma nova ponte sobre o rio Douro, entre as zonas do Candal (Gaia) e do Campo Alegre (Porto).

Após a entrega, o projeto ficará em consulta pública durante 100 dias úteis, de acordo com a lei.

Durante uma visita de mais de duas horas às atuais obras da Metro do Porto, quer ao prolongamento da linha Amarela (entre Santo Ovídio e Vila d’Este, em Gaia), quer ao estaleiro da Praça da Liberdade, parte da nova linha Rosa (São Bento – Casa da Música), Duarte Cordeiro disse que “as obras estão a decorrer dentro dos prazos previstos”.

“É muito importante, neste mandato, nós termos a capacidade de concretização de todas estas obras, que vão melhorar substancialmente a mobilidade na Área Metropolitana do Porto”, disse o ministro do Ambiente e da Ação Climática, que tutela os transportes urbanos nas áreas metropolitanas.

Questionado sobre se o Governo está preparado para rever os preços das obras de construção civil atualmente em curso, além dos mecanismos de revisão de preços entretanto legislados, Duarte Cordeiro disse que o Governo está “a acompanhar com muito cuidado todos esses aspetos”.

 

Região norte e Madeira com as maiores quebras de natalidade em 2021

Partilhar:
Subscreva a nossa Newsletter