Humberto Silva (IL) descontente com pouca afluência dos média no debate de Matosinhos

A candidatura de Humberto Silva à Câmara de Matosinhos pelo Iniciativa Liberal – movimento Viver Matosinhos, está descontente com a cobertura que a comunicação social da região prestou, ou melhor não terá prestado, à organização de um debate metropolitano, na última sexta-feira. O candidato aponta «as honrosas exceções do Jornal de Matosinhos e do Noticias Primeira Mão».
Humberto Silva levou a efeito, no dia 3, um debate metropolitano sobre “o futuro da orla costeira e turismo”. O evento realizou-se às 21h00, no Cine-Teatro Constantino Nery, em Matosinhos.

 

Para uma reflexão alargada, Humberto Silva convidou para o debate: Ricardo Valente – Vereador da C. M. Porto com o Pelouro da Economia, Turismo e Comércio – Pelouro da Gestão de Fundos Comunitários; Orlando Monteiro da Silva – Ex-bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas e candidato da Iniciativa Liberal a V. N. Gaia; Tiago Mayan Gonçalves – Dirigente nacional da IL, ex-candidato presidencial e candidato à UF de Aldoar, Foz do Douro e Nevogilde pelo movimento Rui Moreira – Aqui há Porto.
De acordo com Humberto Silva houve «casa praticamente cheia». Mas a comunicação social não compareceu com a afluência que o candidato desejaria, tendo manifestado a sua insatisfação ontem numa publicação na página oficial do Facebook de Viver Matosinhos.
O candidato também não se encontra satisfeito, principalmente com os critérios editoriais da cobertura das ações de pré-campanha das candidaturas. Humberto refere que “é dada cobertura a matérias sem qualquer interesse para a população e fazem tábua rasa de debates construtivos, abertos ao público que visam discutir o futuro das nossas cidades”.
Partilhar:
  •  
  •  
  •  
  •  
Subscreva a nossa Newsletter