DGS recomenda dose de reforço para pessoas a partir dos 50 anos

Vacinados que coabitem com caso confirmados são contactos de alto risco
Imagem Lusa

A Direção-Geral da Saúde recomendou esta terça feira a administração da dose de reforço contra a covid-19 a pessoas com 50 ou mais anos, face à previsível diminuição da eficácia das vacinas ao longo do tempo.

A Direção-Geral da Saúde (DGS) atualizou a norma 002/2021, relativa à campanha de vacinação contra a covid-19, recomendando a administração da dose de reforço a pessoas com 50 ou mais anos”, anunciou a autoridade de Saúde em comunicado.

Segundo a DGS, hoje fica disponível o autoagendamento para a toma da vacina a pessoas com 60 anos, sendo posteriormente alargado até à faixa etária dos 50 ou mais anos.

Neste momento, o autoagendamento está aberto para pessoas com mais de 65 anos, assim como para as crianças dos 10 aos 11 anos que serão vacinadas no próximo fim de semana e para maiores de 50 que tenham levado a vacina da Janssen de dose única.

Partilhar:
  •  
  •  
  •  
  •  
Subscreva a nossa Newsletter