Depressão Barra chega amanhã dia 7 e traz chuva persistente

Quase todos os distritos do continente sob aviso amarelo devido à chuva
Imagem de arquivo PM

Portugal continental vai ser afetado a partir de terça-feira por chuva por vezes persistente, agitação marítima forte e vento, efeitos colaterais da passagem da depressão Barra, disse à Lusa a meteorologista Maria João Frada.

Embora a depressão não tenha impactos diretos sobre o continente, a superfície frontal fria que a ela está associada irá aproximar-se a partir de terça-feira e atravessar todo o território até ao fim da manhã de quarta-feira.

De acordo com a meteorologista, a depressão Barra não influencia o estado do tempo de Portugal, mas “há alguns efeitos colaterais”.

Associada à depressão, explicou Maria João Frada, está uma superfície frontal fria que vai passar na terça-feira (dia 7) e que tem alguma atividade e vai dar chuva persistente, especialmente nas regiões do norte e centro, principalmente no Minho e Douro Litoral, e vai ser por vezes forte na passagem da frente e acompanhada de trovoadas e intensificação do vento, que será temporária.

A chuva vai depois estender-se a todos o território do continente.

 

Partilhar:
  •  
  •  
  •  
  •  
Subscreva a nossa Newsletter