Covid-19: País ultrapassou hoje a meta dos 2000 casos

Segundo a DGS, o país entrou no mês de julho com mais 2.449 casos de infeção e 5 mortes relacionadas com o vírus.

Os dados divulgados indicam que há agora 882.006 casos confirmados e 17.101 vítimas mortais, desde o início da pandemia. Por outro lado, mais 1.234 pessoas recuperaram da doença, o que faz o número total crescer para 830.224.

O concelho de ministro reúne-se hoje, para fazer uma avaliação da situação pandémica e também, para perceber quais os concelhos a recuar ou a manter nos diferentes níveis do desconfinamento.

A região Norte é agora, alvo de maior preocupação, pois o número de casos aumentou 40% nos últimos dias e o diretor da Unidade Autónoma de Gestão de Urgência e Medicina Intensiva do Centro Hospitalar Universitário de São João, Nelson Pereira, deixa um alerta: “Neste momento já não podemos negar que estamos numa quarta vaga, de características diferentes, mas real. É o momento de todas as estruturas se coordenarem e verificarem os seus planos de contingência”.

Relativamente à variante Delta do Covid-19, esta está a avançar a ritmos distintos, dificultando a capacidade de isolar e travar cadeias de transmissão. Para já, os especialistas apontam que o pico da 4ª vaga será atingido no final de julho ou início de agosto. No entanto, a partir de amanhã será possível saber se se está infetado com a variante Delta, através de um novo teste PCR que consegue identificar a estirpe e que estará disponível nos laboratórios da Unilabs.

Entrou também hoje, uma nova medida em vigor, que se caracteriza pela participação em 100% de testes rápidos de antigénio. Cada indivíduo terá direito a realizar 4 por cada mês.

No que respeita à vacinação, o vice-almirante Gouveia e Melo adiantou que não será possível tomar a segunda dose num local diferente daquele em que se tomou a primeira. Foi ainda anunciado pela task force que as pessoas que foram vacinadas com a primeira dose da AstraZeneca até 25 de abril, devem dirigir-se até domingo ao mesmo centro de vacinação para receber a segunda dose.

De referir ainda que entrou hoje em vigor o certificado digital e que mais de um milhão de portugueses, facilitando assim a circulação na União Europeia, o acesso a eventos culturais, desportivos e familiares.

Partilhar:
  •  
  •  
  •  
  •  
Subscreva a nossa Newsletter