Tribunal valida candidaturas do Matosinhos Independente

Joaquim Jorge
O Tribunal da Comarca de Matosinhos validou a candidatura do Matosinhos Independente (MI) apoiado por um grupo de cidadãos eleitores, sem intervenção dos partidos, liderado por Joaquim Jorge, biólogo e fundador do Clube dos Pensadores.
O Tribunal aceita a candidatura do Matosinhos Independente à Câmara Municipal, à Assembleia Municipal, à União de Freguesias Custóias, Leça do Balio e Guifões e à União de Freguesias de São Mamede e Senhora da Hora.
O Tribunal não validou as candidaturas do MI a Perafita, Lavra e Santa Cruz do Bispo e a Matosinhos, Leça. Ainda assim, o importante para Joaquim Jorge é salientar que é “a primeira vez em Matosinhos que surge um movimento independente genuíno da sociedade civil fora do arco do poder”.
Joaquim Jorge, o candidato do MI à Câmara, deixa o agradecimento aos elementos das listas que originam este movimento, bem como “ao PPM de Gonçalo Câmara Pereira, ao PDR de Bruno Fialho, ao MPT na pessoa de José Inácio Faria e ao RIR de Vitorino Silva, pela abertura e disponibilidade em podermos concorrer pelos seus partidos em Matosinhos, inclusive em coligação”.
Na nota de imprensa, Joaquim Jorge faz ainda referência ao Aliança fundado por Santana Lopes, que terá demonstrado viabilidade em várias ocasiões para apoiar o MI, o que leva Joaquim Jorge a pensar na formação de “um partido de cariz regional, assim a Constituição o permita”.
Partilhar:
  •  
  •  
  •  
  •  
Subscreva a nossa Newsletter