PS ganha em todo o distrito menos na Póvoa de Varzim

António Costa conta entregar lista de ministros a Marcelo na noite de 23 de março
António Costa / Foto: Lusa

 

O PS foi o partido mais votado no distrito do Porto com 42%, contra 32,33% do PSD e elegeu mais dois deputados que em 2019, numa votação com 62% de participação, mais cerca de 4% que nas últimas eleições .

Num círculo eleitoral com 40 mandatos, a Iniciativa Liberal (IL) e o Chega elegeram deputados pela primeira vez (dois cada um), o Bloco de Esquerda (BE) elegeu dois, menos dois que em 2019, a CDU um, sendo que nas últimas eleições legislativas elegeu dois deputados, e o CDS perdeu o deputado eleito em 2019.

O PS elegeu 19 deputados e o PSD 14.

Em percentagem, com os votos das 243 freguesias do distrito contados, o PS ficou em primeiro lugar com 42, 54% (em 2019 teve 36, 65%), em segundo o PSD com 32,33% (31,16% em 2019), em terceiro a IL, com 5,11% dos votos (1,52% em 2019), depois o BE com 4,78% (em 2019 10,12%), seguido da CDU com 3,28% (em 2019 4,8%), o PAN teve 1,7% (3,46% em 2019), o CDS-PP com 1,46% (3,34% em 2019) e o Livre com 1,16% (0,96% em 2019).

Dos 18 municípios do distrito, o PSD ganhou apenas na Póvoa de Varzim, em 2019 tinha ganho nos concelhos do Porto e Paços de Ferreira, e o PS teve a melhor votação em Baião, onde atingiu os 55,42% dos votos (em 2019 foi igualmente o concelho onde o PS teve melhor votação).

À semelhança do que aconteceu no país, também no Porto a abstenção diminuiu em comparação com 2019, sendo que votaram 61,84% dos eleitores inscritos (984.800 votantes), contra os 58,59% (934.379 votantes), em 2019.

 

Partilhar:
  •  
  •  
  •  
  •  
Subscreva a nossa Newsletter