Investigadores portugueses alertam que donos podem transmitir Covid19 a gatos e cães

Foto Arquivo PM

Investigadores de Porto e Coimbra realizaram estudo em Portugal e concluíram que infetados devem tomar precauções para não transmitir doença aos animais domésticos.

Cães, gatos e furões fizeram parte do primeiro estudo seroepidemiológico realizado em Portugal, publicado esta semana, na Microorganisms, por investigadores do Porto e Coimbra.

As principais conclusões são que “os animais de companhia, especialmente os gatos, são extremamente suscetíveis a ficarem infetados com o vírus SARS-CoV-2 quando os donos têm covid-19”, referiu ao JN Isabel Fidalgo-Carvalho, coautora do estudo.

“Se os donos estiverem em confinamento por estarem infetados ou por suspeita de estarem infetados, devem evitar dormir com os animais, usar sempre máscara, lavar bem as mãos e evitar contactos demasiado próximos”.

Não foi encontrado no estudo qualquer caso de transmissão de animal para humano.

“Foram sempre os donos a ter covid-19 primeiro e a transmitir aos animais. A mensagem a reter é que eles são mais vulneráveis que nós”, alertou a investigadora.

Partilhar:
  •  
  •  
  •  
  •  
Subscreva a nossa Newsletter