Internamentos e óbitos causados pela gripe estão subnotificados

Votação na especialidade da eutanásia agendada para hoje após três adiamentos
hospital Imagem DR

Os casos de internamentos por gripe em Portugal estão subnotificados, assim como as mortes causadas pela doença, segundo um estudo que analisou durante uma década o peso das hospitalizações e da mortalidade provocada pela gripe.

Os resultados do estudo, que abrangeu as épocas gripais entre 2008/09 e 2018/19 – excluindo a época 2009/10 por causa da pandemia de H1N1 -, sugerem que existe uma subdeteção da gripe na população portuguesa.

Em declarações à agência Lusa, o coordenador do estudo, o pneumologista Filipe Froes, explicou que a investigação analisou as épocas gripais até à 2018/19, para evitar modificações nos resultados decorrentes da pandemia de covid-19, que chegou a Portugal em 2020.

No estudo (BARI – Burden of Acute Respiratory Infections) “verificámos uma subnotificação grande em termos de códigos de gripe [o código internacional de registo da doença] e um excesso de mortalidade. Atribuímos todos os anos um excesso mortalidade, quer à gripe quer ao frio, mas depois não temos essa tradução nos certificados de óbito”, afirmou.

“Confirmamos que neste período temos em média de excesso mortalidade anual que rondará os 3.000/3.600 óbitos, (…) que são atribuídos ao frio e à gripe, mas isso apenas se traduz em cerca de 100 a 200 códigos de gripe nos certificados de óbito”, explicou o pneumologista, consultor da Direção Geral da Saúde, apontando o porquê desta situação: “a pessoa que passa o certificado de óbito não vai pedir um teste para confirmar a gripe, e escreve infeção respiratória”.

Esta subnotificação, sublinhou, “dificulta a avaliação do verdadeiro impacto da gripe”.

Filipe Froes diz que depois da pandemia de covid-19, com o impulso dos métodos de biologia molecular, vai haver “mais ferramentas para diagnosticar, quer a gripe, quer outras infeções virais”, aumentando a consciencialização do impacto da doença.

Partilhar:
Subscreva a nossa Newsletter