Maia: Fim do recolher obrigatório e horários alargados nos restaurantes

 

O Governo anunciou esta quinta feira que vai deixar de existir o dever de recolher nos concelhos com risco elevado e muito elevado, a partir de 1 de agosto. A medida aplica-se ao concelho da Maia.
O Governo anunciou também o alargamento do funcionamento dos horários dos restaurantes, restante comércio e também dos espaços culturais até às 02:00 em todo o país. Recorde-se que a maioria dos concelhos estava obrigada a fechar estes estabelecimentos às 01:00, sendo que nos concelhos de risco nem podiam abrir depois das 15:30 aos fins de semana.
Os restaurantes devem assim cumprir as regras definidas pela Direção-Geral da Saúde (DGS), nomeadamente a utilização de máscara. É ainda obrigatória a apresentação do certificado digital ou de um teste negativo para frequentar a restauração aos fins de semana e feriados, regra que já está em vigor.
Questionado sobre o horário, o primeiro-ministro esclareceu que a hora limite de 02:00 também se aplica a festas familiares, designadamente casamentos e batizados, ajuntamentos que são mais suscetíveis de gerar surtos.
“Os estudos indicam que foi neste tipo de eventos que houve maior transmissibilidade de infeção”, disse.
Os equipamentos de diversão, como carrosséis e jogos itinerantes, podem começar a trabalhar a partir de domingo em todos os concelhos do país, anunciou o primeiro-ministro, António Costa.
Os equipamentos de diversão podem funcionar a partir do próximo domingo desde que cumpram as regras da DGS e “em local autorizado pelo município”.
Estas medidas passam a aplicar-se a todo o território nacional, deixando de haver diferenças entre os concelhos consoante o risco de transmissão de covid-19.

 

Partilhar:
  •  
  •  
  •  
  •  
Subscreva a nossa Newsletter