Desportivo de Chaves recupera no marcador e empata em casa com o Leixões

Foto: facebook Leixões
O Desportivo de Chaves recuperou de uma desvantagem no marcador, graças a um golo do recém entrado Platiny, e empatou esta segunda-feira 1-1 com o Leixões, na segunda jornada da II Liga portuguesa de futebol.
O Leixões chega aos quatro pontos, após o triunfo na jornada inaugural.
Apesar de ter a equipa desfalcada com quatro jogadores infetados com covid-19 e um em isolamento, e apenas com seis suplentes no banco, os transmontanos assumiram as despesas do encontro.
A muita luta a meio-campo deixou a partida menos interessante no ataque, com as duas formações a sentirem dificuldades para criar perigo. No entanto, com o árbitro a deixar jogar, o encontro foi sempre ‘quente’, com muitas queixas das duas formações.
Na primeira situação de perigo, os visitantes, orientados por José Mota, foram eficazes. João Amorim cruzou na direita e apanhou o guarda-redes Paulo Vítor desprevenido, com Sapara a cabecear ao segundo poste para a baliza deserta.
A reação da equipa flaviense foi forte e, até ao intervalo, a desvantagem era injusta. Nos descontos, Wellington em boa situação viu Gustavo França recuperar e cortar para canto. Na sequência, Nuno Coelho cabeceou para boa intervenção de Beunardeau.
No reatar, em contra-ataque, os matosinhenses estiveram perto de ganhar uma vantagem maior, com Thalis a falhar duas vezes servido por Seck.
Vítor Campelos acertou depois nas mexidas, ao lançar Adriano Castanheira, que marcou de imediato um livre direto, e Platiny, que finalizou de cabeça na área.
Com a equipa da casa a manter o ascendente, as oportunidades voltaram a escassear, à exceção do remate perigoso de Adriano Castanheira, que obrigou Beunardeau a nova boa intervenção.

 

Ficha de Jogo:
Jogo no Estádio Municipal Eng.º Manuel Branco Teixeira, em Chaves
Desportivo de Chaves – Leixões: 1-1.
Ao intervalo: 0-1.
Marcadores:
0-1, Sapara, 28 minutos.
1-1, Platiny, 58.
Equipas:
– Desportivo de Chaves: Paulo Vítor, Nuno Campos, Nuno Coelho, Alexsandro, Bruno Teles, Kevin Pina (Obiora, 65), João Teixeira, Wellington (Adriano Castanheira, 57), Batxi, Juninho (Pedro Ribeiro, 81) e Patrick (Platiny, 57).
(Suplentes: Samu, Bruno Langa, Pedro Ribeiro, Adriano Castanheira, Obiora e Platiny).
Treinador: Vítor Campelos.
– Leixões: Beunardeau, João Amorim, Leo Bolgado, Gustavo França (Ricardo Teixeira, 65), Seck, Nduwarugira, Morim (Ben Hassan, 59), Fabinho (Diogo Leitão, 84), Sapara, Wendel (Luan Santos, 65) e Thalis (Kiki, 65).
(Suplentes: Stefanovic, Pastor, Diogo Leitão, George, Luisinho, Hassan, Kik, Ricardo Teixeira e Luan Santos).
Treinador: José Mota.
Árbitro: Dinis Gorjão (AF Setúbal).
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Kevin Pina (15), Nuno Coelho (30), Batxi (42), Morim (43), Seck (81), João Amorim (90) e Ricardo Teixeira (90+4).
Assistência: Cerca de 1.000 espetadores.
(Lusa)
Partilhar:
  •  
  •  
  •  
  •  
Subscreva a nossa Newsletter