Novo diretor do SNS iniciou funções com visita a bloco de partos dos hospitais do norte

Novo diretor do SNS iniciou funções e já visitou CH Póvoa de Varzim / Vila do Conde
maternidade CHPVVC

 

No primeiro dia como diretor-executivo do SNS visitou os blocos de partos do Centro Hospitalar do Médio Ave e do Centro Hospitalar Póvoa de Varzim/Vila do Conde, cujas urgências de obstetrícia constam da lista da Comissão de Acompanhamento para eventual encerramento.

Fernando Araújo esteve nos serviços de obstetrícia dos dois Centros Hospitalares para avaliar as condições existentes e ouvir os profissionais, “de forma a serem tomadas decisões de forma ponderada, com o envolvimento das pessoas”, refere um comunicado do SNS.

As visitas foram acompanhadas por elementos da Administração Regional de Saúde do Norte, da Comissão de Acompanhamento da Resposta em Urgência de Ginecologia/Obstetrícia e Bloco de Partos e do Colégio de Especialidade de Obstetrícia/Ginecologia da Ordem dos Médicos.

Em comunicado, a assessoria de imprensa do SNS refere que Fernando Araújo irá visitar os blocos de partos das regiões do Centro e de Lisboa e Vale do Tejo. Recorde-se que na Região Centro foram sinalizadas para eventual fecho as urgências obstétricas da Unidade Local de Saúde de Castelo Branco e Covilhã, enquanto na Região de Lisboa a Comissão de Acompanhamento do SNS apontou as dos hospitais de Vila Franca de Xira e Barreiro.

Os autarcas de Famalicão, Trofa e Santo Tirso já reuniram com o ministro da Saúde para manifestar a sua oposição o fecho das urgências do bloco de partos do Centro Hospitalar do médio Ave, tendo o presidente da Câmara da Póvoa também manifestado a Manuel Pizarro igual preocupação em relação ao hospital que serve as populações da Póvoa de Varzim e de Vila do Conde.

Na conversa com os autarcas, o ministro da Saúde prometeu que nenhuma decisão seria tomada antes do início de 2023 e que o novo diretor-executivo do SNS seria “envolvido” no processo.

Partilhar:
Subscreva a nossa Newsletter