Miguel Ângelo Quarteto estreia ao vivo na Maia álbum “Danças dos Desastrados”

MA Quarteto

 

Depois do lançamento do novo álbum “Dança dos Desastrados” no início de Junho, o Miguel Ângelo Quarteto regressa aos palcos para apresentar o novo trabalho.

 

O primeiro concerto acontece na Maia, já no dia 18 de junho, no âmbito da iniciativa Jazz no Parque. Segue-se o concerto no evento Jazz ao Relento, dia 27 de Agosto, nos Jardins do Palácio Cristal, no Porto; e dia 2 de Outubro viajam até Sevilha, onde vão atuar no Festival de Jazz de Dos Hermanas.

“Dança dos Desastrados” é um álbum baseado em possíveis danças tradicionais, reais ou imaginárias. Esta é a proposta do Quarteto para escutar, sentir e dançar, mesmo para os mais “desastrados”.

O disco físico é uma verdadeira peça de coleção, em que o desenho é da responsabilidade da artista gráfica Maria Mónica. O disco tem uma edição limitada de 250 unidades e pode ser adquirido no site miguelangelo.bandcamp.com.

Miguel Ângelo é um dos músicos de jazz mais reconhecidos do panorama nacional. Em 2016 o álbum “A Vida de X” foi considerado pela revista Jazz.pt, pelo crítico Phil Barnes, na revista All About Jazz e por vários críticos nacionais como um dos melhores discos de Jazz de 2016.

O novo álbum “Dança dos Desastrados” é também um projeto digital: as artes complementam-se, cruzam-se, atropelam-se e em conjunção permitem novas realizações e realidades. Por isso, o contrabaixista e compositor que também é programador informático, aliou-se à artista gráfica Maria Mónica, autora da capa do disco e, a partir da música e da capa do disco, criaram um novo mundo “autónomo” digital, em forma de jogo, paisagem e/ou realidade virtual de forma a que a música, o desenho e a tecnologia potenciem a experiência sensorial do ouvinte.

Constituição do Quarteto:
Miguel Ângelo: Contrabaixo e Composição | João Guimarães: Sax | Joaquim Rodrigues: Piano | Marcos Cavaleiro: Bateria

Partilhar:
  •  
  •  
  •  
  •  
Subscreva a nossa Newsletter