Gulbenkian atribui Prémio Humanidade ao pacto de cidades pelo clima

Foto Angélica Santos

A Gulbenkian decidiu atribuir o prémio para a Humanidade ao pacto global de cidades pelo clima.

Já no ano passado, a Fundação tinha distinguido a activista sueca Greta Thunberg.

Agora, opta por destacar o papel desta aliança que une mais de dez mil cidades, de todo o mundo, que têm em comum a preocupação com as energias verdes e a transição para uma economia com emissões zero de combustíveis fósseis.

Foi o que explicou, esta manhã, a presidente da Fundação Calouste Gulbenkian, Isabel Mota.

Partilhar:
  •  
  •  
  •  
  •  
Subscreva a nossa Newsletter