Governo admite descontos nas ex-SCUT abaixo dos 50% em relação a janeiro

Governo admite descontos nas ex-SCUT abaixo dos 50% em relação a janeiro
SCUT

A ministra da Coesão Territorial admitiu, esta quarta-feira, que os descontos nas portagens das ex-SCUT, em vigor desde 1 de julho, estão abaixo dos 50% em relação aos preços aplicados desde janeiro porque tiveram em conta valores de 2020.

A ministra Ana Abrunhosa foi confrontada pelo deputado Carlos Peixoto, do PSD, no parlamento, que acusou o Governo de “batota” ao anunciar descontos de 50% para as antigas SCUT (vias Sem Custos para o Utilizador) a partir de 1 de julho, conforme previsto no Orçamento do Estado para 2021 (OE2021), que na verdade se traduzem apenas em descontos “de 30%, 40, 45% no máximo”.

Ana Abrunhosa explicou que o Governo aplicou os 50% de desconto tendo em conta preços que estavam em vigor antes dos descontos que foram já aplicados em 1 de janeiro deste ano.

A ministra destacou contudo que é compromisso do Governo continuar “com a redução gradual até à extinção” das portagens das vias do interior.

Partilhar:
  •  
  •  
  •  
  •  
Subscreva a nossa Newsletter