Folk Music Fest anima a Maia este fim de semana

Galandum Galundaina

A Maia tem um fim de semana diferente com a música de raiz popular com o Maia Folk Music Fest, que arrancou esta sexta-feira e se prolonga ao longo deste sábado. O palco está instalado no Parque Cidade Desportiva da Maia, anima a cidade.

Hugo Costa, responsável pela In Rock We Trust, afirma que este festival quer «ser um festival que privilegie a produção nacional, tornando-se assim, um apoio importante a todos os músicos portugueses, neste tempo que se espera ser de recuperação». Ao mesmo tempo que «complementa e diversifica a oferta cultural, não só do concelho, mas do próprio distrito do Porto, que, neste género de música, é escassa».

O motivo principal para a realização deste tipo de festival reside no facto de «as músicas de raiz tradicional e popular» terem «vindo a constituir uma referência cultural fundamental dos processos de reafirmação da identidade dos povos, entendida como elemento indispensável para o seu enraizamento e autonomia expressiva», diz ainda Hugo Costa.

Quanto ao cartaz, apresenta nomes como Albaluna, Daniel Pereira Cristo, Segue-me À Capela e Galandum Galundaina.

Mas o Maia Folk Music Fest não tem apenas música. Um workshop de dança inspirado no livro “Zampadanças” decorreu esta manhã de sábado. 

Os ingressos, gratuitos, devem ser levantados nos próprios dias dos concertos, entre as 15h00 e as 17h00, num máximo de dois por pessoa, nas bilheteiras do Fórum da Maia, ou a partir das 17h30 no recinto do festival. Lotação limitada ao recinto.

 

Ontem já atuaram Albaluna (banda dirigida pelo multi-instrumentista e compositor Ruben Monteiro) e Daniel Pereira Cristo (músico, cantautor e multi-instrumentista).

Para hoje o Programa é o seguinte:

18h30 – Segue-me À Capela (conjunto vocal constituída apenas por mulheres)
21h30 – Galandum Galundaina (interpretação e recolha do folclore tradicional de Miranda)

 

 

 

Partilhar:
  •  
  •  
  •  
  •  
Subscreva a nossa Newsletter