Teste do Pezinho rastreou pela primeira vez menos de 80 mil bebés em Portugal

Região norte e Madeira com as maiores quebras de natalidade em 2021
Foto canva

O “teste do pezinho”, que cobre a quase a totalidade dos nascimentos em Portugal, rastreou em 2021 menos de 80 mil bebés, pela primeira vez no país, revelam dados divulgados nesta quarta-feira pelo Instituto Nacional de Saúde Ricardo Jorge (INSA).

No ano passado, foram estudados 79.217 recém-nascidos no âmbito do Programa Nacional de Rastreio Neonatal (PNRN), menos 6.239 do que em 2020 (85.456), o valor mais baixo de sempre.

De acordo com os dados divulgados pelo Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA), o maior número de bebés rastreados observou-se no distrito de Lisboa (23.494), seguido do Porto (14.736), de Setúbal (5.919) e Braga (5.833).

Partilhar:
Subscreva a nossa Newsletter