Suspeito de homicídio de Pedrouços (Maia) não fica na cadeia, apenas com vigilância por pulseira eletrónica

Criticada pela magistratura, nova lei de impedimento de juízes entra em vigor esta segunda-feira
imagem de arquivo

O homem, de 25 anos, suspeito de esfaquear e agredir um jovem, na Maia, ficou com vigilância através de pulseira eletrónica.

O ataque ocorreu no passado dia 14 de janeiro, dia de aniversário da vítima, junto a um café em Pedrouços, na Maia.

A Polícia Judiciária (PJ) deteve, esta segunda-feira, dia 17, este suspeito de tentativa de homicídio qualificado na forma tentada. Mas, após apresentação junto das autoridades judiciárias, o homem fica fora da cadeia, apenas vigiado no domicílio por uma pulseira eletrónica.

A vítima, um homem de 21 anos, foi agredido com extrema violência com murros e facadas. A vítima ficou em estado grave e foi operada de urgência, no Hospital de São João, no Porto.

Partilhar:
Subscreva a nossa Newsletter