PSP do Porto chamada a sanar incidentes na greve de motoristas da STCP

imagem de arquivo

 

A PSP foi chamada a intervir hoje em incidentes separados junto a duas estações de recolha da STCP, no Porto, envolvendo motoristas em greve, que, alegadamente, não queriam deixar sair autocarros conduzidos por não aderentes à paralisação.
Fonte policial adiantou que a PSP tem dispositivos atentos a possíveis incidentes similares.
Os primeiros incidentes terão começado perto das 00:00 junto à estação de autocarros de Francos, tendo a PSP deslocado ao local equipas da Brigada de Intervenção Rápida e do Corpo de Intervenção.
Por volta da 01:00, foram apedrejados quatro autocarros.
“Uma das pedras fez ricochete e atingiu um agente da PSP, que recebeu tratamento hospitalar, mas já teve alta”, referiu a fonte, explicando que o incidente foi sanado sem recurso à força, apenas pela persuasão.
Uma segunda vaga de incidentes, menos gravosos, registou-se já cerca das 05:30, desta feita na estação de recolha da Via Norte.
As estruturas representativas dos trabalhadores da Sociedade de Transportes Coletivos do Porto (STCP), a operadora de transportes urbanos do Grande Porto, convocaram para hoje em greve em apoio de aumentos salariais e melhores condições de trabalho.
Os trabalhadores, que rejeitam o aumento de 15 euros proposto pela administração da empresa, têm também pré-aviso de greve para os dias 20 e 26.
Partilhar:
  •  
  •  
  •  
  •  
Subscreva a nossa Newsletter