Projeto “Calmamente” criado pela Universidade da Maia ajuda alunos a gerir emoções

Foto de Arquivo PM

Projeto “Calmamente” foi implementado pela Universidade da Maia durante a pandemia e está em expansão.  

Uma equipa de Psicologia do Instituto Universitário da Maia estudou ao longo do último ano letivo a eficácia de aulas curriculares para os alunos aprenderem a gerir emoções e conflitos.

Os resultados preliminares são promissores.

No projeto, participaram oito turmas do 3.º e 4.º ano. Cerca de 500 alunos do Agrupamento de Escolas Abel Salazar, concelho de Matosinhos, venceram a vergonha e, uma vez por semana, partilharam com colegas ansiedades e estados de humor.

O estudo está a ser desenvolvido pela Universidade da Maia associado ao Mestrado em Psicologia Escolar e da Educação (MPEE).

Vera Coelho, uma das responsáveis pelo estudo, referiu que se nota que “houve um aumento significativo das capacidades das crianças que participaram no programa de gerir as suas emoções, de gerir os seus comportamentos, de comunicar de forma mais assertiva”.

Assim, de forma global o estudo teve impacto positivo nas aulas.

O projeto no primeiro ano experimental foi patrocinado pela Fundação Caloust Gulbenkian. Daqui para a frente serão os municípios a patrocinar nos concelhos que aderiram.

Assim, haverá agora mais alunos integrados no projeto “Calmamente”, que vai continuar o estudo pela equipa de psicologia do Instituto Universitário da Maia.

Partilhar:
  •  
  •  
  •  
  •  
Subscreva a nossa Newsletter