Presidente da Câmara da Maia reuniu com jovens social-democratas

Encontro JSD e Silva Tiago 800x600

A JSD da Maia desafiou o presidente da Câmara, António Silva Tiago, a discutir o futuro do concelho com jovens das diferentes freguesias. O autarca aceitou o desafio e convidou os jovens para uma conversa ao ar livre.

Temas como o ambiente, a mobilidade, a educação e a emancipação dos jovens marcaram a manhã de sábado.

O desafio foi “discutir a Maia do futuro com o futuro da Maia”. A conversa decorreu num jardim, onde estiveram presentes 15 jovens convidados de diferentes freguesias da Maia.

Silva Tiago começou por fazer o contexto histórico do município, tendo considerado que houve uma mudança de paradigma a partir da governação de Vieira de Carvalho, com quem trabalhou até ao último dia e teve o “privilégio de ajudar a desenvolver uma Maia estagnada e muito rural”.

Relativamente ao atual mandato, Silva Tiago julga que foram criadas as condições para a “Maia recuperou a sua identidade transformadora” e que muito foi feito para melhorar a qualidade de vida dos maiatos.

Realçou a reabilitação urbana realizada no bairro do Sobreiro – com o surgimento dos Jardins do Sobreiro – e que representa uma renovação do espaço público, jardins e edificado.

Destacou ainda as políticas ambientais levadas a cabo pela câmara há largas décadas e que “permitiram agora a implementação do sistema PAYT – sigla inglesa que significa pague apenas pelo lixo que produz -, acrescentando que “a Maia é pioneira nesta matéria porque investe na educação ambiental e no desenvolvimento sustentável”.

Quando questionado pelos jovens se reconhecia algumas assimetrias no concelho em termos de mobilidade, Silva Tiago referiu que “a geografia do território e a falta de procura em determinadas carreiras originaram algumas condicionantes nas freguesias mais periféricas”, mas adiantou que a Câmara Municipal está “atenta a esses problemas pontuais e estamos a criar condições para que todos os maiatos tenham acesso a meios de transporte coletivos – sejam eles públicos ou privados – que permitam a sua deslocação para o centro e zonas de interface de transportes.”

Silva Tiago destacou ainda o projeto para a conceção, reabilitação e exploração do Mercado Municipal do Castelo da Maia, o que “permitirá uma atualização do mercado às necessidades atuais e a criação de uma nova centralidade na vila do Castelo”, esperando agora que apareçam “investidores privados com vontade e saber para explorar aquele espaço eficientemente”.

De resto, o edil lembrou ainda os jovens que tanto a feira de Pedras Rubras, como a da Maia foram objeto de adjudicação. As obras de requalificação e de remodelação completa já começaram “criando condições para que estes espaços de excelência sejam usados para além da realização da feira semanal, nomeadamente momentos culturais, de lazer e de bem-estar”.

No que respeita à Educação, o presidente foi perentório ao afirmar que “a Educação para nós está sempre em primeiro e será sempre uma prioridade, sendo reflexo disso o investimento que temos feito no nosso parque escolar”, acrescentando que “é nossa responsabilidade dar aos jovens as melhores condições para se desenvolverem intelectualmente”.

Silva Tiago mostrou-se confiante com o facto de a Câmara “assumir em breve competências em matéria de educação”, pois “permitirá ainda um maior compromisso entre todos os agentes da educação e onde a Câmara quer sempre estar do lado da solução e não do problema”.

O presidente da JSD Maia, Bruno Bessa, evidenciou a “dificuldade de hoje os jovens se emanciparem, nomeadamente pelos baixos salários praticados e a dificuldade no acesso a uma primeira habitação com rendas acessíveis”.

O autarca aproveitou para explicar que, recentemente, “foi assinado, no âmbito do Programa 1º Direito, um acordo de colaboração entre o município e o Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (IHRU)”, sendo possível “a inclusão neste programa de alguns imóveis destinados exclusivamente aos jovens maiatos à procura da primeira habitação, permitindo assim a sua emancipação.”

Partilhar:
  •  
  •  
  •  
  •  
Subscreva a nossa Newsletter