MP acusa de homicídio o homem que esfaqueou namorada em janeiro na Maia

imagem de arquivo

 

O homem que em janeiro matou à facada a namorada, em Vermoim, Maia, foi acusado pelo Ministério Público de violência doméstica e homicídio qualificado. Sérgio Costa, de 49 anos, já se encontrava em prisão preventiva.

No início da semana o Ministério Público acusou este homem, que já possuía antecedentes de violência doméstica, de homicídio qualificado por ter assassinado num crime passional a sua namorada, quando esta se deslocou à sua casa em Vermoim, Maia, para dialogar sobre a relação, dado que se encontravam separados.

O caso decorreu em janeiro, durante uma discussão em que o homem terá aplicado 14 facadas no pescoço da mulher, de 50 anos, com quem mantinha uma relação nos últimos dois anos até pouco tempo antes, altura em que se separaram.

A vítima, Carmo, teria, de acordo com o relato do CM, ido à casa de Sérgio para reatar a relação, mas impondo certas regras. Descontrolado, o homem terá pegado numa faca de 25,5 centímetros de comprimento e 13,5 de lâmina e matou a companheira.

O processo, conta ainda o CM, relata que a vítima apenas poderia utilizar roupas de acordo com os critérios estabelecidos pelo homicida e que considerava serem os adequados. Por isso, decidiu rasgar todas as saias, camisolas mais decotadas e vestidos da vítima. As discussões entre o casal eram sempre por motivos fúteis: falar com outras pessoas, não ter o jantar pronto nas horas que o arguido entendia, chegar tarde a casa vinda do trabalho.

Partilhar:
  •  
  •  
  •  
  •  
Subscreva a nossa Newsletter