Lacerda Sales visitou hoje novo Centro de Vacinação da Cidade da Maia

"Casa aberta" disponível para vacinação de pessoas acima dos 45 anos
Foto A. Santos

O Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, António Lacerda Sales, visitou esta tarde as instalações do novo Centro de Vacinação Covid19 (CVC) da Maia. A estrutura situada nas instalações do antigo Maia Club, em pleno centro da Cidade da Maia, abriu ontem, dia 2 de janeiro, e tem capacidade para duplicar as inoculações, que até agora eram efetuadas no concelho, pelo CVC de Gemunde.

 

Lacerda Sales percorreu o espaço e gostou do que viu. Já havia visitado o antigo CVC de Gueifães, recordou, mas agora “este novo centro que hoje viemos visitar tem outra capacidade e condições, pelo que observei, num processo muito organizado e fluído, onde senti as pessoas satisfeitas”.

 

O membro do governo sublinhou que é “importante que as pessoas se sintam bem e se vacinem”.

 

O novo CVC da Maia funciona nas antigas instalações do Maia Club, que se encontrava encerrado há algum tempo. Ontem, no primeiro dia de funcionamento, “um dia de teste”, como referiu a vereadora da Saúde, Emília Santos, foram vacinadas 2000 pessoas.

 

O horário de funcionamento do CVC, na Rua Dr. Gonçalo de Araújo, nº 13, na Cidade da Maia, é o seguinte: de segunda a sexta-feira, das 08h00 às 16h00; sábados e domingos, das 08h00 às 19h00.

 

Com este novo Centro de Vacinação da Maia, todas as inoculações ficam centralizadas para os maiatos nesta estrutura, que a autarquia arrendou “por um tempo, o que for necessário”, para dar melhores condições aos maiatos e aos profissionais de Saúde, assegurou Silva Tiago, o presidente da Câmara da Maia.

 

Silva Tiago referiu ainda que a Câmara da Maia fez “um conjunto de obras de adaptação do espaço do antigo health club a este fim”. E como “as pessoas que por aqui passaram dizem muito bem” da experiência mostrando-se “muito agradadas”, o autarca afirma-se “muito satisfeito”.

 

O edil congratula-se por o CVC da Cidade da Maia ter uma capacidade a dobrar, relativamente à vacinação que era administrada até agora no concelho, ficando num ponto central e “com uma maior afluência de transportes”.

 

O CVC da Cidade da Maia tem uma área de cerca de 1800 metros quadrados, contempla 12 boxes de inoculação, sala de espera para 70 pessoas e outra de recobro para 90 pessoas. Além disso está servido de um parque de estacionamento gratuito, quer para utentes, quer para os profissionais de Saúde.

 

A vereadora da Saúde, Emília Santos, adiantou ainda que a estrutura contempla um espaço de restauração próprio para os profissionais e voluntários que estão a trabalhar no Centro de Vacinação, garantindo um conforto não só a quem trabalha na estrutura, bem como a quem a ela recorre para a vacinação.

Partilhar:
  •  
  •  
  •  
  •  
Subscreva a nossa Newsletter