Jogo do GD Árvore acabou mais cedo devido a agressões

Jogo do GD Árvore acabou mais cedo devido a agressões
FUTEBOL

Jogadores do GD Árvore, Vila do Conde, e do Ases de São Jorge, Fafe, envolveram-se em agressões durante o jogo da 2ª jornada da 2ª fase da Liga dos Campeões da Federação de Futebol Popular do Norte, no passado fim de semana.

A partida terminou antes do intervalo.

O árbitro expulsou um jogador do GDA, após uma falta e que terá voltado atrás para tirar satisfações com o adversário. Aqui terão começado as agressões que acabaram por envolver vários atletas.

O árbitro deu o jogo por finalizado por não haver condições para continuar, mas a violência não terminou e até chegou às bancadas.

A equipa de Fafe afirma que três dos seus jogadores foram assistidos no local e um acabou por receber cuidados numa unidade hospitalar, “com escoriações na cabeça”.

Citado pelo JN, um responsável do GDA de Vila do Conde conta que “o jogador do Ases que fez a falta sobre o nosso jogador tê-lo-á insultado e ele ficou furioso e agrediu-o. Depois gerou-se uma pequena confusão e o guarda-redes do Ases correu na direção deles para tentar agredir e a confusão ficou maior. “Aliás, o guarda-redes levou vermelho porque foi à bancada tentar agredir alguns dos nossos adeptos”, referiu.

Ainda de acordo com o diário, o GDA espera pela decisão dos órgãos disciplinares da FFPN, enquanto o Ases de São Jorge avança pela denúncia das agressões às autoridades.

 

 

 

Partilhar:
Subscreva a nossa Newsletter