Governo vai buscar portugueses a Moçambique em voos de repatriamento e estuda o caso da Suíça

Governo vai buscar portugueses a Moçambique em voos de repatriamento e estudo o caso da Suiça
Aeroporto

Segundo a secretária de Estado das Comunidades, estão preparados dois voos de repatriamento a partir de Moçambique e outros em organização.

Quanto à Suíça, a governante solidariza-se com os emigrantes portugueses que já não podem vir passar o Natal a Portugal. Em ambos os casos, há quarentena obrigatória por causa da variante Ómicron do novo coronavírus.

Os emigrantes portugueses na Suíça, África do Sul ou Moçambique têm novamente o Natal na terra em risco.

Os emigrantes portugueses na Suíça terão de fazer quarentena no regresso à Suíça, enquanto nos outros dois a medida aplica-se à chegada a Portugal.

A secretária de Estado das Comunidades Portuguesas, Berta Nunes, revela que há dois voos de repatriamento a partir de Moçambique que “já estão praticamente cheios” e que estão a ser organizados mais.

Os emigrantes portugueses têm de fazer ou apresentar um teste negativo à entrada do avião, um outro à chegada ao aeroporto de Lisboa e, “independentemente de estar negativo ou positivo, têm todos de fazer quarentena”. Além dos voos de repatriamento, estão também a ser organizados com a TAP voos humanitários, acrescenta a governante.

Partilhar:
  •  
  •  
  •  
  •  
Subscreva a nossa Newsletter