Governo aprova venda da Efacec com o Estado a manter a participação de 25%

Governo aprova venda da Efacec com o Estado a manter a participação de 25%
efacec

Ministro da Economia, Siza Vieira, considera tratar-se de uma “decisão importante para a empresa e para a economia nacional”.

Conselho de Ministros aprovou esta quinta-feira a venda da participação que o Estado tem na Efacec à DST. Em causa está uma participação de 71,73%, mas, como a operação prevê uma reestruturação dos capitais próprios da Efacec e posteriores injeções de capital, o Estado manterá uma participação de 25% na empresa.

“O Conselho de Ministros tomou a decisão de conclusão do processo de privatização a Efacec, depois de 14 meses de processo, tendo concluído pela seleção do grupo DST para a compra da participação na Efacec”, confirmou o secretário de Estado das Finanças, João Nuno Mendes, em conferência de imprensa.

O grupo de Braga foi a única a apresentar proposta final à compra da Efacec. O Governo fechou a venda, mas esta ainda deverá ter de passar pela apreciação DGComp – autoridade da concorrência da União Europeia.

A tomada de controlo da Efacec pela DST prevê um aporte financeiro para reforçar os capitais próprios da Efacec de 81 milhões de euros. Além disso – explicou João Nuno Mendes – o negócio envolve ma pré-capitalização a ser realizada pela Parpública e financiamento por parte do Banco de Fomento, o que “”permitirá ao Estado português reaver um conjunto de garantias de Estado que tinham sido prestadas ao longo destes dois anos a financiamentos bancários concedidos à Efacec” e que são na ordem dos 115 milhões de euros, segundo o governante.

Partilhar:
Subscreva a nossa Newsletter