Ginasta da Maia Filipa Martins com inédito sétimo lugar no ‘all around’ dos Mundiais

foto de Facebook Filipa Martins

A portuguesa Filipa Martins conseguiu, hoje, dia 21, a melhor classificação de sempre da ginástica artística lusa, ao terminar na sétima posição, e com um diploma, o concurso completo dos Mundiais da modalidade, que decorrem no Japão.

A ginasta portuguesa, a mais velha entre as 24 finalistas em competição, disputa no sábado a final de paralelas assimétricas.

Filipa Martins, de 25 anos, somou 52.199 pontos, numa competição ganha por Angelina Melnikova, da Federação de Ginástica da Rússia, que obteve 56.362 pontos, impondo-se às norte-americanas Leanne Wong e Kayla di Celo, segunda e terceira classificadas, respetivamente.

 

A ginasta portuguesa, a mais velha entre as 24 finalistas em competição, disputa no sábado a final de paralelas assimétricas.

 

Já ontem a ginasta tinha conseguido um feito inédito: ser a primeira portuguesa a garantir presença numa final por aparelhos em Mundiais de ginástica artística, ao terminar a qualificação do concurso de paralelas assimétricas no oitavo lugar, com 14.133 pontos, depois de ter sido 17.ª classificada no mesmo aparelho nos Jogos Olímpicos Tóquio2020.

 

As estreantes Maria Mendes e Rafaela Ferreira terminaram a qualificação para o concurso completo nas 39.ª (47.033) e 52.ª (43.698) posições, respetivamente.

 

Os 24 melhores do conjunto dos aparelhos, no máximo de dois por país, asseguraram presença no concurso completo, que, ao contrário do que sucede nos Jogos Olímpicos, é disputado apenas na vertente individual.

 

Os Mundiais de ginástica artística decorrem até domingo, em Kitakyushu, Japão. Portugal fez-se representar por seis ginastas. Os atletas masculinos competem em seis aparelhos: solo, cavalo com arções, argolas, saltos, paralelas e barra fixa. Portugal fez-se representar por Bernardo Nogueira, Guilherme Campos e José Nogueira, que ficaram fora da final do concurso completo (all-around), mas asseguraram todos o o estatuto de alta competição.

 

Na variante feminina, a competição tem quatro aparelhos: paralelas assimétricas, salto, solo e trave.

Partilhar:
  •  
  •  
  •  
  •  
Subscreva a nossa Newsletter