Estado de alerta: o que muda a partir de 1 de outubro

Estado de alerta: o que muda a partir de 1 de outubro
Imagem arquivo

Portugal avança a 1 de outubro para a terceira e última fase do levantamento das restrições impostas para controlar a pandemia de Covid-19, altura em que o país passa do estado de emergência para a situação de alerta.

Restaurantes e lojas deixam de ter limitações no número de clientes ou pessoas por grupo.

O fim desta restrição de lotação aplica-se também aos eventos familiares, como casamentos e batizados.

O certificado digital deixa de ser exigido em restaurantes e hotéis. Medida que abrange igualmente as aulas de grupo em ginásios, mas vai passar a ser exigido nas discotecas e bares, assim como nos grandes eventos desportivos.

É ainda necessário para visitas a lares e hospitais.

Os espetáculos voltam a ter lotação a 100% e certificado para grandes eventos.

O uso de máscara em espetáculos será obrigatório sempre que não haja distância de dois metros entre pessoas.

Bares e discotecas reabrem. Espaços de diversão noturna que estavam encerrados desde março de 2020.

A máscara é obrigatória apenas em locais de risco ou grandes concentrações, como transportes públicos, grandes superfícies, lares e hospitais e salas de espetáculos e grandes eventos.

Termina recomendação do teletrabalho e a limitação de venda de álcool e de horários.

O uso de máscaras nos recreios das escolas deixa de ser obrigatório.

Partilhar:
  •  
  •  
  •  
  •  
Subscreva a nossa Newsletter