Covid-19: Portugal regista mais 1.483 casos e na Maia Centro de Vacinação abriu mais uma entrada

Centro Vacinação_foto Patrícia Stanton

O Centro de Vacinação da Maia avança com maior ritmo na vacinação. No Pavilhão de Gueifães foi aberta hoje uma segunda entrada, de forma a poderem ser atendidos os utentes com maior celeridade e comodidade. Uma entrada é dirigida a pessoas com agendamento e a outra para outros casos.

O Centro de Vacinação da Maia, no Pavilhão de Gueifães, está a vacinar com maior ritmo. O horário foi alargado: trabalha todos os dias das 8h00 às 22h00.

Esta semana tem casa aberta para maiores de 45 anos, além dos agendamentos regulares.

O diretor do Centro de Vacinação da Maia, Enfermeiro Marco Patinha, explica que estamos numa corrida contra o tempo, porque a variante delta já chegou à Maia. Assim, o diretor do CC organiza agora as entradas em dois pontos do pavilhão de Gueifães, uma entrada para quem tem agendamento e outra para outros casos.

 

A vereadora da Saúde da Câmara da Maia, Emília Santos, também explicou ao Primeira Mão que o CC de Gueifães contempla a partir de agora duas novas áreas, uma nova sala de espera e outra sala de recobro. Pretende-se que os utentes maiatos tenham maior comodidade no momento da inoculação. Por um lado podem entrar mais pessoas e, por outro, os utentes podem esperar a maior parte do tempo abrigados.

A Maia já se encontra a vacinar uma média de 1600 pessoas por dia (cerca de 800 por cada turno diário), de acordo com o Enfermeiro Marco Patinha. Ainda assim, Marco Patinha diz que é inevitável os utentes se depararem com algum tempo de espera no acesso às inoculações.

 

Os dados da DGS relativos ao dia de hoje apontam que Portugal registou mais 1,483 casos de infeção por coronavírus e 5 óbitos associados ao mesmo. O país atingiu um total de 890.571 casos confirmados e 17,117 vítimas mortais desde o começo da pandemia.

Num lado mais positivo, mais 773 pessoas estão agora recuperadas da doença, o que eleva o numero para um total de 834.628.

 

Relativamente à vacinação, arrancou ontem para jovens entre os 18 e os 29 anos, com ordem de toma dos mais velhos para os mais novos. O vice-almirante Gouveia e Melo apelou à vacinação dos jovens, dado que esta é uma das grandes preocupações das autoridades de saúde e também, à racionalidade nos comportamentos. Entretanto, Portugal ultrapassou hoje a marca dos 9 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19, administradas à população.

António Costa, que teve contacto com um membro do seu gabinete infetado com coronavírus, também já saiu da quarentena profilática esta segunda-feira. O primeiro-ministro realizou um novo teste PCR, ao qual obteve um resultado negativo.

No que toca aos concelhos que se encontrem em situação de risco muito elevado, nas praias da Costa e da linha de Sintra e Cascais, por exemplo, os bares e restaurantes encerram às 15H300, mas no entanto, os concessionários são obrigados a prestar vigilância aos banhistas até às 19H00, uma vez que esta é imprescindível.

Partilhar:
  •  
  •  
  •  
  •  
Subscreva a nossa Newsletter