Contingência em todo o país: alerta para risco de incêndio

Incêndio florestal em freguesia de Vila do Conde mobiliza três corporações de bombeiros
Foto canva

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), através do Gabinete Técnico Florestal, informam que foi declarada a situação de contingência entre as 00h00 de 11 de julho e as 23h59 de 15 de julho devido ao risco de incêndio rural nos próximos dias, com grande parte do território nacional nos níveis Elevado, Muito Elevado e Máximo.

O Serviço Municipal de Proteção Civil da Maia recomenda à população a tomada das necessárias medidas de prevenção e autoproteção, nomeadamente:

– Adequação dos comportamentos e atitudes face à situação de perigo de incêndio rural, nomeadamente com a adoção das necessárias medidas de prevenção e precaução, observando a legislação em vigor, e tomando especial atenção ao perigo de incêndio neste período, disponível junto dos sítios da ANEPC e do IPMA, junto dos Gabinetes Técnicos Florestais dos municípios e dos Corpos de Bombeiros.

Informa-se que estão proibidas em todo o país as atividades:

· Realizar queimadas, ou seja, o uso do fogo para renovação de pastagens e eliminação de restolho e, ainda, para eliminar sobrantes de exploração cortados, mas não amontoados.

· Queimar matos cortados e amontoados e qualquer tipo de sobrantes de exploração.

· Fazer fogueiras, bem como a utilização de fogareiros e grelhadores, salvo nos locais autorizados.

· Lançar balões de mecha acesa e quaisquer tipos de foguetes.

· Utilizar fogo-de-artifício ou outros artefactos pirotécnicos, sem autorização prévia da Câmara Municipal.

· Fumigar ou desinfestar apiários, exceto se os fumigadores estiverem equipados com dispositivos de retenção de faúlhas.

· Fumar ou fazer lume de qualquer tipo nos espaços florestais ou nas vias que os delimitam e/ou os atravessam.

· A permanência e circulação de tratores e máquinas agrícolas no interior de determinadas áreas florestais é condicionado, e nos trabalhos e outras atividades que decorram nos espaços rurais, é obrigatório que as máquinas de combustão interna e externa a utilizar, onde se incluem todo o tipo de tratores, máquinas e veículos de transporte pesados, sejam dotadas de dispositivos de retenção de faíscas ou faúlhas e de dispositivos tapa – chamas nos tubos de escape ou chaminés, e estejam equipados com um ou dois extintores de 6 kg, de acordo com a sua massa máxima, consoante esta seja inferior ou superior a 10.000 kg.

Em caso de incêndio, de emergência, ou de suspeita de qualquer comportamento perigoso ligue o 112. Esta é uma missão de todos, e da responsabilidade de todos.

Partilhar:
Subscreva a nossa Newsletter