Câmara de Vila do Conde distinguida como Entidade Empregadora Inclusiva

Câmara de Vila do Conde distinguida como Entidade Empregadora Inclusiva

Os municípios de Vila do Conde e Póvoa de Varzim e o MAPADI (Movimento de Apoio de Pais e Amigos do Deficiente Intelectual) receberam a distinção de Entidade Empregadora Inclusiva.

Este reconhecimento do Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) serve para destacar entidades que promovam “práticas de gestão abertas e inclusivas”, nomeadamente para com “pessoas com deficiência e incapacidade”.

Para a edição deste ano da medida, que se realiza de dois em dois anos, candidataram-se 133 entidades do setor privado, público e da economia social, segundo comunicado do IEFP.

O MAPADI e as Câmaras Municipais de Vila do Conde e Póvoa de Varzim estiveram entre as 37 entidades distinguidas com a Marca Entidade Empregadora Inclusiva.

Para ser atribuída a Marca Entidade Empregadora Inclusiva, os candidatos devem ter uma pontuação mínima de 200 pontos, distribuídos por todos os domínios avaliados. São eles: recrutamento, desenvolvimento e progressão profissional; manutenção e retoma do emprego; acessibilidades; serviço e relação com a comunidade.

Esta foi a 3ª edição da iniciativa e foi também a terceira vez que o MAPADI recebeu a distinção.

As autarquias recebem a Marca pela segunda vez, depois de serem distinguidos na anterior edição.

Partilhar:
  •  
  •  
  •  
  •  
Subscreva a nossa Newsletter