Água da rede pública de Vila do Conde classificada como 100% segura

Foto DR

A água distribuída pela INDAQUA Vila do Conde é considerada 100% segura pelo regulador do setor (ERSAR). O resultado agora divulgado coloca a qualidade da água da rede pública num grupo restrito de apenas 34 concelhos onde esse valor máximo foi atingido.

11 de outubro de 2021 – Anualmente, a Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos (ERSAR) divulga os valores obtidos nos vários municípios portugueses no que diz respeito à qualidade da água distribuída na rede pública. No mais recente relatório, onde fica patente uma melhoria a nível nacional da qualidade da água da rede pública, Vila do Conde destaca-se por ter água 100% segura a chegar a mais de 67 mil consumidores.

Os dados do relatório “Controlo da qualidade da água para consumo humano”, divulgado pelo regulador, são relativos a 2020 e permitem perceber ainda que Vila do Conde está, no indicador de água segura, acima da média nacional (98,85%) e distrital (98,40%, considerando todas as entidades gestoras do distrito do Porto).

Apesar da segurança comprovada a cada ano pelo regulador, apenas 32% dos clientes admitem consumir água da rede, de acordo com um inquérito realizado pela INDAQUA entre março e abril de 2021. Uma realidade que acarreta graves riscos para a saúde pública, como mostram os resultados do estudo “Qualidade da água das captações particulares”, também promovido pela INDAQUA com recurso a laboratórios independentes. O estudo mostrou que 70% dos 40 poços e furos analisados, ainda em 2020, não cumpriam os padrões mínimos que garantem a segurança e a qualidade da água usada para consumo humano.

“É pela importância que o consumo de água da rede tem para a saúde pública que reforçamos, de forma contínua e nas nossas ações de educação ambiental, o quão fundamental é a não utilização, para consumo humano, de água de furos e poços particulares”, explica Alexandre Leal, Diretor Geral da INDAQUA Vila do Conde. “Os resultados apresentados pelo regulador comprovam a segurança da água da torneira e advêm da adoção de medidas preventivas rigorosas de controlo dos processos envolvidos na distribuição da água, que continuaremos a implementar”, acrescenta.

Para além de Vila do Conde, a INDAQUA alcançou resultados acima dos 99% (água considerada “boa”) em todos os territórios em que garante o abastecimento de água para consumo humano. Entre eles, destacaram-se igualmente Santa Maria da Feira e Oliveira de Azeméis, com classificações de 100% no indicador de água segura.

Partilhar:
  •  
  •  
  •  
  •  
Subscreva a nossa Newsletter