A falta da vitamina B12 pode provocar danos graves no cérebro

A falta da vitamina B12 pode provocar danos graves no cérebro
B 12

 

Pessoas com baixos níveis de vitamina B12 estão mais predispostas a sofrer “danos irreversíveis” no cérebro e a desenvolver demência, segundo um estudo publicado no Journal of Neuropsychiatry and Clinical Neurosciences.

Problemas de memória são, segundo o Serviço Nacional de Saúde britânico (NHS, na sigla em inglês), um dos principais sinais de alerta. Pode também causar fadiga, úlceras na boca, fraqueza muscular, problemas de visão e até evoluir para depressão

“É importante que a anemia por deficiência de vitamina B12 ou de folato seja diagnosticada e tratada o mais rapidamente possível. Embora muitos dos sintomas melhorem com o tratamento, alguns problemas causados pela condição podem ser irreversíveis”, avisa o NHS, citado pelo Daily Express.

Recorde-se que demência é um termo genérico utilizado para designar um conjunto de doenças que se caracterizam por alterações cognitivas que podem estar associadas a perda de memória, alterações da linguagem e desorientação no tempo ou no espaço. Para a maioria não existe tratamento e também não há uma forma definitiva de prevenir a demência.

A Organização Mundial da Saúde estima que existam 47.5 milhões de pessoas com demência em todo o mundo, número que pode chegar os 75.6 milhões em 2030 e quase triplicar em 2050, para 135.5 milhões. A doença de Alzheimer representa cerca de 60 a 70% de todos os casos de demência.

Partilhar:
Subscreva a nossa Newsletter