12 mil condutores em excesso de velocidade durante campanha ”Viajar sem pressa”

12 mil condutores em excesso de velocidade durante campanha”Viajar sem pressa”
GNR 2

 

Foram fiscalizados quase dois milhões e meio de viaturas em todo o país, entre os dias 14 e 21 de novembro.

A campanha de fiscalização e sensibilização “Viajar sem pressa” detetou quase 12 mil condutores em excesso de velocidade em mais de 2,4 milhões de veículos fiscalizados por radar entre os dias 14 e 21 de novembro.

De acordo com uma nota divulgada esta terça-feira pela Polícia de Segurança Pública, das 11.803 infrações por excesso de velocidade registadas pelas forças de segurança a nível nacional, 6.406 foram detetadas pelos radares da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR) e 5.397 foram detetados pelos radares da PSP e da Guarda Nacional Republicana (GNR), num total de 2.463.271 veículos fiscalizados.

No período em causa foram notificados 2.935 acidentes com vítimas, que causaram sete mortos (quatro do sexo masculino), 41 feridos graves e 772 feridos ligeiros. Os acidentes ocorreram nos distritos de Aveiro, Faro, Lisboa, Setúbal, Viana do Castelo e Viseu, com as mortes a resultarem de cinco atropelamentos, uma colisão e um despiste automóvel.

Comparando com o mesmo período de 2021, observaram-se mais acidentes (61), mas houve uma redução nos números de mortes (menos duas), feridos graves (menos 13) e feridos ligeiros (menos 95).

A iniciativa, inserida no Plano Nacional de Fiscalização 2022, visou alertar para os riscos da condução em excesso de velocidade, que representam uma das maiores causas para a sinistralidade rodoviária, e assentou também em ações de sensibilização da ANSR em simultâneo com as operações de fiscalização de PSP e GNR nas cidades de Bombarral, Setúbal, Palmela, Entroncamento, Benavente e Lisboa.

Partilhar:
Subscreva a nossa Newsletter