Projeto vencedor Ideias Criativas imPEC visou o rio Leça

Foto: CMM

Realizou-se no dia 18 a entrega de prémios de participação aos alunos, no âmbito do Concurso Ideias Criativas imPEC. O projeto vencedor visou processos de despoluição do rio Leça.

A cerimónia aconteceu na Escola Secundária do Castelo da Maia, com a presença de António Silva Tiago. O presidente da Câmara Municipal da Maia quis atribuir de forma simbólica o seu apreço pela capacidade criativa e inovadora da juventude da Maia.

Na ocasião, o autarca sublinhou a sua confiança no futuro, afirmando que “…entregue a pessoas dotadas desta consciência cívica, sentido da responsabilidade ambiental e vontade de participar na vida coletiva, a Maia alcançará certamente a tão desejada sustentabilidade integral…”.

O Município da Maia, no contexto do #SPARCS – Sustainable Energy Positive & Zero Carbon Communities, que pretende apresentar soluções inovadoras para as cidades, onde são centrais os temas da neutralidade carbónica e da positividade energética, numa parceria com o Projeto Escola Cívica – PEC, do Agrupamento de Escolas do Castelo da Maia (AECM) promoveu o Concurso Ideias Criativas imPEC.

A proposta de trabalho vencedora, apresentou, de uma forma interligada, inovadora e harmoniosa, a ideia de aplicar bio reatores, algas e microrganismos no processo de captação de CO2 e despoluição do rio Leça, bem como a produção de energia por recurso a solar fotovoltaico e a turbinas no rio Leça para a visão da Maia a 2050.

Direcionado a todos os alunos do Agrupamento dos diversos níveis e ciclos, visou, num contexto de trabalho colaborativo interdisciplinar, proporcionando aprendizagens significativas em diversas disciplinas e em Cidadania e Desenvolvimento, visionar a Maia a 2050, através de diferentes propostas de trabalho adequadas a cada faixa etária, entre desenhos, maquetes, textos e propostas de ação cívica e projetos científicos e ou tecnológicos.

O  Concurso Ideias Criativas imPEC  foi acolhido com espírito desafiante, e as ideias foram apresentadas por um universo de mais de 350 alunos, acompanhados por 12 professores.

De forma articulada entre os docentes e representantes do projeto, e tendo por base critérios tais como a criatividade, a fundamentação das propostas, o grau de consecução, a comunicação oral, a composição visual, a interação entre o grupo e a gestão do tempo, destacaram-se cerca de 55 alunos, correspondendo a 26 trabalhos.

De acordo com a Câmara da Maia ficou uma certeza: “todos os participantes neste desafio de construir coletivamente a Maia City Vision 2050 revelaram consciência cívica e vontade de intervir na construção de um Futuro melhor”.

 

Veja vídeo da entrega de prémios:

 

Partilhar:
  •  
  •  
  •  
  •  
Subscreva a nossa Newsletter