Diretora do ACES Porto Oriental demite-se após desobediência polémica

imagem de arquivo

Demitiu-se do cargo a diretora do ACES do Porto Oriental que organizou uma “vacinação aberta” na passada quarta e quinta-feira para jovens, ainda não elegíveis para vacinação contra a covid-19.

Dulce Pinto apresentou um “pedido de cessação de funções” do cargo de diretora executiva do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) do Porto Oriental, informou o Ministério da Saúde num comunicado emitido ao final desta sexta-feira.

O pedido de saída foi apresentado na sequência da instauração de um inquérito pela Administração Regional de Saúde do Norte e da denúncia do caso pela “task force” para a vacinação à Polícia Judiciária e Inspeção-Geral de Saúde.

O ACES organizou dois dias de porta aberta, ao final da tarde, acessível a qualquer pessoa com mais de 18 anos.

Partilhar:
  •  
  •  
  •  
  •  
Subscreva a nossa Newsletter